A hora do dinheiro logo

Hora de investir

Parabéns!

Agora você faz parte de um pequeno grupo da população brasileira que sabe investir.

Você certamente colherá os benefícios desta decisão no futuro.

Agora, para continuar fazendo boas escolhas para você e sua família, você precisa definir e alinhar seus objetivos de vida.

Leia, abaixo, como fazer isso da maneira mais adequada para o seu caso!

 

Alinhe seus objetivos

Quem não gosta de fazer planos especiais? Uma viagem de férias, uma festa de casamento ou a compra de um imóvel.

Ainda, o pagamento de um curso, a aposentadoria, o plano de receber rendimentos periódicos de suas aplicações financeiras, entre tantas outras coisas, por exemplo, necessitam de planejamento prévio para que aconteçam da melhor maneira possível. 

Repare que cada uma dessas ações pode ser vista como um investimento.

Para conquistar estes objetivos, você sabe que precisa de um plano. Um plano que preveja o aparecimento de imprevistos e situações não imaginadas no momento de sua criação. 

Oatawa / shutterstock

Veja mais: sobre planos e objetivos

 

Geralmente, costumamos dividir os objetivos de acordo com o prazo necessário para que eles sejam conquistados.

 

Assim, existem objetivos de curto, de médio e de longo prazo.

Vamos ver alguns exemplos:

 

  • Objetivos de curto prazo: aqueles pensados para um futuro próximo, em um horizonte temporal de até dois anos, como uma viagem de férias, sanar as dívidas do cartão de crédito.
  • Objetivos de médio prazo: estruturados para serem atingidos em um período de dois a cinco anos, como a compra de um carro, a formatura em um curso de graduação ou pós-graduação.
  • Objetivos de longo prazo: São aqueles pensados para um intervalo maior que 5 anos (podendo ser maior que 10 anos em muitos casos). O principal objetivo de longo prazo é a aposentadoria, ou a capacidade de sustentar-se por conta dos rendimentos do seu patrimônio acumulado ao longo da vida.

 Importante: Lembre-se de que, antes de começar a investir, construir sua reserva de emrgência é um passo fundamental para você ter mais tranquilidade e segurança em sua longa caminhada pelo mundo dos investimentos.

Por onde começar?

 

O mais recomendável é iniciar seu planejamento com foco em seu objetivo de longo prazo (seu objetivo de vida). 

Para ajudar você a descobrir qual é a coisa mais importante em sua vida, responder às seguintes perguntas podem fornecer uma ajuda: 

    • Onde você gostaria de estar daqui a 5, 10 ou 20 anos?
    • Como você gostaria de estar daqui a 5, 10 ou 20 anos? 

É interessante fazer uma lista com estes objetivos, para que você não se esqueça deles e mantenha sempre a dedicação para alcançá-los. 

Talvez possa surgir a seguinte dúvida:  

    • “Mas e se eu mudar de ideia no meio do caminho? O que eu faço?”  

Não tem problema! A vida é cheia de mudanças de direção, e ter flexibilidade é algo importante para se manter de pé. 

Apenas tome cuidado com alterações frequentes de rota. Planos de longo prazo devem ser muito bem estudados antes de colocados em prática. 

Após estabelecer quais são seus planos e objetivos de longo prazo, você pode seguir na definição de suas metas de médio e curto prazos, as quais você gostaria de conquistar em um espaço mais curto de tempo. 

Pensando nessa necessidade, colocamos abaixo algumas dicas importantes para quem gostaria de começar a investir para suas metas de curto, médio e longo prazo, mas não sabe por onde começar.

Renda fixa e renda variável
Conta corrente ou de pagamento?
Como abrir uma conta poupança?
Perfis de investimento