Search
A hora do dinheiro logo

Sumário

Tamanho da fonte-+=
Tamanho da fonte-+=

Uma breve história do ouro

Sumário

5 min para ler
Tamanho da fonte-+=
Getting your Trinity Audio player ready...
Fernando Gregory - Dreamstime

Resumo – Veja uma breve história do uso deste metal precioso por diversas civilizações antigas nas mais variadas atividades até os dias atuais.

 

Uma breve história do ouro

 

A denominação do ouro provém do latim aurum” que quer dizer “brilhante” ou “aurora reluzente”.

Possivelmente, o ouro foi um dos primeiros metais a ser descoberto pelo ser humano. De fato, a busca por esse metal desempenhou um papel fundamental no surgimento, progresso e realizações das primeiras civilizações conhecidas.

Análises arqueológicas indicam que já em 4000 a.C., na Mesopotâmia, o ouro estava sendo trabalhado. Ao longo do tempo, as técnicas para extrair o metal e criar objetos a partir dele foram difundidas por todas as civilizações do Mediterrâneo Oriental, especialmente a egípcia. 

Nas Américas, as civilizações dos Astecas e Maias também tinham conhecimento do ouro e o utilizavam, considerando-o um metal de grande valor.

Durante a Idade Média, o ouro assumiu uma importância significativa, como evidenciado pela busca famosa dos alquimistas daquela época pela Pedra Filosofal, que supostamente transformaria outros metais em ouro.

O ouro foi motivo de guerras, invasões, fez com que metade da Europa invadisse as Américas durante mais de três séculos.

Durante centenas de anos, o metal reluzente foi a mais importante forma de reserva de valor. A procura por ouro sempre povoou o sonho dos aventureiros e das nações.

Você sabia que grande parte do poder que a Espanha teve nos séculos XVI e XVII foi devido às quase duzentas toneladas de ouro extraídas das colônias americanas?! 

Duzentas toneladas!!!

Durante os séculos XIX e XX, foi o padrão monetário vigente no planeta, sendo usado como lastro para garantia de valor das moedas das potências hegemônicas, como Inglaterra e Estados Unidos.

 

O ouro e seu afetos

 

Olhe para os dedos, pescoços e orelhas das pessoas durante o correr do dia e você certamente vai se deparar com o metal mais famoso que já existiu – o ouro. 

Alianças, colares, anéis, broches – o ouro é símbolo de amor, de beleza e de riqueza!

Os simbolismos ligados à utilização do metal precioso dourado evocam conceitos de pureza, realização, valor elevado, distinção e ostentação.

Conforme diversos registros indicam, há uma crença de que as alianças matrimoniais tiveram origem no Egito Antigo, há mais de 4600 anos atrás.

Constituídas a partir de entrelaçamentos de couro ou raízes, formando um formato circular, os anéis eram adotados pelos antigos egípcios para representar a união eterna entre duas pessoas e uma conexão com a vida sem fim. 

Na perspectiva deles, o círculo detinha grande significado simbólico, e o espaço vazio no centro da aliança sugeria um portal para o desconhecido.

À medida que os séculos passavam, outras sociedades, incluindo os gregos e romanos, também incorporavam a prática de usar alianças como emblema do matrimônio.

Em tempos antigos, esses anéis eram confeccionados a partir de uma variedade de materiais e metais, como couro, madeira, cobre, ferro e, naturalmente, ouro.

Por volta do ano 800 AEC (antes da Era Comum), os romanos notaram que as alianças feitas de ouro resistiam à passagem do tempo sem sofrer alterações.

Portanto, ao contrário das joias feitas com outros metais, as alianças de casamento confeccionadas em ouro não enferrujavam, mesmo quando expostas ao suor e à água.

Acompanhe nosso canal no youtube

Por que o ouro é um metal tão raro no planeta Terra?

 

O ouro é considerado raro devido a uma combinação de fatores geológicos e históricos que afetaram sua distribuição na crosta terrestre e sua concentração em quantidades economicamente viáveis. 

Aqui estão alguns motivos pelos quais o ouro é considerado um metal precioso e raro:


Formação Geológica 

 

O ouro é formado através de processos geológicos complexos que envolvem ações de pressão, temperatura e movimentação de elementos químicos. As condições necessárias para a formação de depósitos de ouro são relativamente raras na crosta terrestre.


Distribuição Desigual

 

Embora o ouro esteja presente em toda a crosta terrestre, ele não está distribuído uniformemente. A maioria dos depósitos de ouro é encontrada em áreas geográficas específicas, muitas vezes associadas a atividades vulcânicas, hidrotermais ou tectônicas.


Dificuldade na Extração

 

Mesmo quando o ouro está presente em um local, nem sempre é facilmente extraível. Muitas vezes, o ouro está incorporado em minerais complexos ou misturado com outros elementos, tornando a extração um processo complicado e custoso.


Pequenas Concentrações

 

O ouro é frequentemente encontrado em concentrações muito baixas. Em muitos depósitos, a quantidade de ouro é medida em gramas por tonelada de minério. Isso significa que uma grande quantidade de minério precisa ser processada para obter uma quantidade significativa de ouro.


História da Mineração

 

A mineração de ouro tem uma longa história e muitos dos depósitos mais facilmente acessíveis e de alta concentração já foram explorados ao longo do tempo. Isso significa que encontrar novos depósitos de ouro de alta qualidade é cada vez mais desafiador.


Custos e Regulamentações

 

A mineração de ouro envolve custos significativos, incluindo os processos de perfuração, extração, processamento e refino. Além disso, as regulamentações ambientais e de segurança têm impacto nos custos e na viabilidade econômica da mineração de ouro.


Demanda e Valor

 

A demanda por ouro é alta devido às suas aplicações em joias, tecnologia, finanças e investimentos. Essa demanda contribui para manter o valor do ouro elevado, incentivando a exploração de novos depósitos, apesar dos desafios.

Todos esses fatores combinados fazem do ouro um metal raro e valioso, com uma história e uma aura de preciosidade que persistem ao longo dos séculos.

 

Usos práticos do ouro na indústria

 

O ouro está presente tanto em equipamentos de alta tecnologia das indústrias como em em cofres fortes ao redor do mundo no formato de barras, além de ser carregado pelas pessoas como adereços e enfeites (e também na corrente sanguínea).

O ouro tem uma variedade de usos práticos na indústria devido às suas propriedades únicas, como alta condutividade elétrica, resistência à corrosão e maleabilidade. Alguns dos principais usos do ouro na indústria incluem:


Eletrônica

 

O ouro é amplamente usado na fabricação de dispositivos eletrônicos, como chips, placas de circuito impresso e contatos elétricos. Sua excelente condutividade elétrica garante uma transmissão eficiente de corrente elétrica e um desempenho confiável dos componentes eletrônicos.


Tecnologia de Informação

 

O ouro é usado na fabricação de cabos e conectores para transmissão de dados em alta velocidade e em dispositivos como smartphones, tablets e computadores. Sua resistência à corrosão é particularmente valiosa nesses ambientes.


Medicina

 

Embora em quantidades muito pequenas, o ouro é utilizado na medicina para tratamentos contra o câncer. Nanopartículas de ouro podem ser direcionadas para células cancerígenas e usadas para entregar medicamentos de maneira mais precisa.


Jóias e Decoração

 

A indústria de jóias é um dos principais destinos do ouro. A maleabilidade e a durabilidade do ouro o tornam um material popular para a criação de peças de joalheria e objetos de decoração.


Espaço e Aviação

 

Componentes espaciais e aeronáuticos exigem materiais que possam resistir a condições extremas. O ouro é usado em dispositivos espaciais, como espelhos para telescópios e revestimentos térmicos.


Indústria Química

 

O ouro é utilizado em algumas reações químicas como catalisador, ajudando a acelerar certas reações de oxidação.


Espelhos e Revestimentos

 

A capacidade do ouro de refletir luz e calor é aproveitada na fabricação de espelhos e revestimentos de vidro, especialmente em aplicações onde a alta qualidade óptica é necessária.


Odontologia

 

O ouro é usado em odontologia para criar restaurações e coroas dentárias duráveis e de alta qualidade.


Diversos

 

O ouro também é empregado em aplicações como filmes finos em vidros de edifícios para refletir o calor solar, em astronautas como protetores contra radiação, em processos de gravura e em produtos de luxo.

 

Embora essas sejam apenas algumas das muitas aplicações do ouro na indústria, elas destacam a diversidade de usos práticos do metal em setores tecnológicos, médicos, de manufatura e muito mais.



Veja também

Regra de ouro das finanças pessoais

O número mágico 72

 

Fontes

 

Brasil Escola

UFRGS – Departamento de Geodésia

Por João Victorino

João Victorino é administrador de empresas e especialista em finanças pessoais. Formado em Administração de Empresas e com MBA pela FIA - USP. Executivo em empresas multinacionais nas áreas de desenvolvimento de negócios, marketing e estratégia. Possui ampla experiência no empreendedorismo e hoje divide esses aprendizados. Para isso, o especialista criou e lidera o canal A hora do dinheiro , com conteúdo gratuito e uma linguagem simples, objetiva e inclusiva.

Você também pode se interessar:

1.247 Visualizações
0Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *