Search
A hora do dinheiro logo
2 min para ler

Acesso à Biblioteca em Braille de Campinas – SP

 

O que é?

A Biblioteca Braille foi instalada em 1988, na Biblioteca Pública Municipal “Prof. Ernesto Manoel Zink” , constituindo-se na única Biblioteca Braille da região de Campinas e uma das poucas no interior do Estado de São Paulo.

O projeto foi idealizado pelo servidor municipal Marcos Antônio de Melo, que tem deficiência visual e uma vasta experiência no campo da cegueira, não só por viver esta realidade, mas por ter feito parte de diversas instituições de e para cegos ao longo de sua vida.

Antes da criação da Biblioteca Braille, o acesso à leitura por parte das pessoas com deficiência visual era muito limitado, uma vez que os poucos livros que existiam à disposição achavam-se nas entidades filantrópicas e se restringiam aos usuários filiados a elas.

Quando da implantação da biblioteca, o acervo contava com alguns livros doados pelas entidades de assistência aos cegos de Campinas: eram seis acanhadas estantes, o que é muito pouco se considerarmos que um livro em braille pode ter vários volumes.

Através de parcerias com a Fundação “Dorina Nowill” para Cegos, em São Paulo, o Instituto “Benjamin Constant”, no Rio de Janeiro e o Centro “Prof. Albuquerque e Castro” , na cidade do Porto, em Portugal, o acervo foi se ampliando, até chegar às condições que estamos hoje.

Possuímos um dos maiores acervos do interior do Estado de São Paulo, com obras que tratam das mais variadas áreas do conhecimento, como religião, psicologia, saúde, educação, literatura, literatura infantil, entre outras.

Desta forma, a biblioteca cumpre seu papel de propiciar informação, conhecimento, lazer e inclusão social.

Atividades permanentes:

  • Desenvolvimento da leitura tátil do Sistema Braille
  • Ensino de técnicas de uso do sorobã ou ábaco, que é um aparelho de cálculo para cegos
  • Orientação à leitura
  • Consulta local
  • Pesquisa
  • Leitura livre de livros, jornais e revistas na biblioteca
  • Jogos recreativos
  • Empréstimo de livros
  • Iniciação ao uso de computador através de sistema falado
  • Visitação sem agendamento prévio para o público em geral e com agendamento prévio para escolas ou entidades.

 

Acervo:

  • Livros: Braille: 800 títulos e 2.500 volumes Falados: 100 livros gravados em, aproximadamente, 300 fitas k-7

 

Quem tem direito?

Podem emprestar livros na biblioteca os usuários com deficiência visual, seus familiares e professores que desenvolvam atividades com deficientes visuais.

 

Processo

Comparecer ao endereço: Avenida Benjamin Constant, nº 1.633 – Centro

  • CEP 13010-142
  • Telefone 2116.0423
  • E-mail biblioteca.zink@campinas.sp.gov.br
  • Horário de Funcionamento De 2ª a 6ª feira, das 9:00 às 17:00 h

Empréstimo de livros Podem emprestar livros na biblioteca os usuários com deficiência visual, seus familiares e professores que desenvolvam atividades com deficientes visuais.

O empréstimo de livros será feito pelo período de 30 dias, renovando por mais 30 dias, caso não haja outros interessados.

Para isto, é necessário um cadastro, que poderá ser feito na própria biblioteca, mediante a apresentação da cédula de identidade.

 

Documentos Necessários

  • Cédula de Identidade

Obs: Caso o usuário não possua cédula de identidade, poderá apresentar a identidade escolar ou a certidão de nascimento.

 

Fonte

Prefeitura de Campinas – SP