Search
A hora do dinheiro logo

Sumário

Tamanho da fonte-+=
Tamanho da fonte-+=

A dica de ouro em finanças pessoais que você vai adorar

Sumário

4 min para ler
Tamanho da fonte-+=
Getting your Trinity Audio player ready...
dvms images - dreamstime

Resumo – Você já ouviu falar da Dica de Ouro nas finanças pessoais? Trata-se de uma forma de analisar, de maneira muito rápida, como está a sua situação financeira.

 

Como está a sua saúde financeira?

 

Para muitas pessoas, é um desafio enorme descobrir exatamente como estão as suas finanças em tempo real, e o que precisa ser feito para melhorar a situação.

Para criar um plano financeiro, precisamos saber exatamente onde estamos e onde queremos chegar – sugerimos usar nossa planilha da liberdade financeira.

Este é um plano tradicional, onde colocamos no papel o nosso orçamento mensal e as nossas metas (e quando queremos atingi-las).

Agora, se você também quiser analisar sua situação de maneira mais dinâmica, criamos um mapa para ajudar a enxergar essas questões. Veja mais!

 

De que forma é feito esse mapa?

 

Diferentemente do plano tradicional, nós também criamos um mapa da jornada, com os valores que precisaremos mudar em nosso orçamento e os valores que queremos economizar.

Na razão de ouro, você precisará separar sua vida financeira em 3 dimensões de tempo e, a partir daí, identificar o que mudar, de maneira rápida.

As 3 dimensões são: passado, presente e futuro

  1. No passado, você tem suas dívidas;
  2. No presente, estão todas as suas despesas e gastos mensais;
  3. E, no Futuro, o que você terá de economias e investimentos

Essas 3 dimensões deverão cobrir todas as saídas de seu caixa durante um mês ou (na base ano).

Dica importante: Se alguma saída de caixa (ou pagamento) não se encontra em nenhuma dessas dimensões, algo está errado, concorda?

 

Dimensão do Passado

 

Ou seja, aqui estão todas as dívidas que você possui atualmente, pagando juros referentes a empréstimos, financiamentos todos os meses.

Coisas que você comprou no passado e continua fazendo os pagamentos das parcelas, como, por exemplo, o financiamento da casa, de automóveis, etc.

Exemplo: Se você ganha R$ 5.000,00 por mês e está pagando R$ 800,00 de prestações da sua moto – faça a conta R$ 800,00 / R$5.000 = 0,16. Multiplicado por 100 = 16 %

A parte do passado da sua razão de ouro será 16. 

Qual o limite desse valor? Recomendamos que esse valor nunca passe de 30.

Consideramos um comprometimento não saudável de sua renda quando este número se encontrar acima de 30.

 

Dimensão do Futuro

 

Aqui, você vai listar os valores que você tem conseguido economizar e colocar em investimentos – com o objetivo de utilizá-los no futuro (na sua aposentadoria, para cumprir outros objetivos no futuro, etc).

Digamos que você esteja conseguindo economizar R$ 500,00 por mês. 

Então, a conta fica assim:

R$ 500,00 / R$ 5.000 = 0,1. Multiplique o resultado por 100 = 10

Os seus planos do futuro dependem unicamente de você, claro. Imaginamos aqui os planos maiores de vida. 

Especialmente, qual é o valor que você acha que você deveria ter guardado para sua aposentadoria. Esse é o valor que todos devemos almejar. Afinal a aposentadoria pública é muito limitada.

Alguns grandes gestores de planos de previdência recomendam ter em estoque (investido), quando você atingir a idade de 67 anos, 10 vezes o total do valor que você planeja gastar a cada ano. 

Conta rápida: se você vai gastar os mesmos R$ 5.000 por mês nesse período da vida, seria R$ 60.000 ao ano.Portanto, você deveria ter um estoque de investimentos no valor de R$ 600.000.

Essa é uma forma de fazer uma conta rápida, sem muita complicação…

Especialistas mais conservadores falam no multiplicador de 25. Nesse caso, o valor total investido deveria ser de R$ 1.500.000,00.

Achamos aqui que uma pessoa deveria sempre economizar no mínimo 20% de sua renda mensal ou, caso não consiga esse número, tentar buscá-lo o mais rápido possível.

 

Dimensão do Presente

 

O valor da razão de ouro da dimensão presente deve ser, então, a diferença entre os 2 valores anteriores: passado e futuro. 

Voltamos a afirmar que todos os valores deverão estar concentrados ai.

Para isso, pegamos o número 100 (que deve ser o resultado da soma dos 3 componentes) e, dele, retiramos 26 (16 + 10).

O valor obtido na dimensão presente, no caso, é 74

Então, em nosso exemplo, temos:

Passado
16
Futuro
10
Soma
16 + 10 = 26
Presente
100 – 26 = 74
A razão de ouro de nosso exemplo ficou
Passado
Presente
Futuro
16
74
10

Use esta razão como uma forma prática e rápida para identificar onde você está precisando mexer no seu fluxo de caixa.

Assim, usando essa razão de ouro, fica mais fácil de se planejar e colocar em execução essas mudanças.

Nesse caso específico (acima) 16 | 74 | 10, a dimensão futuro está baixa, já que falamos anteriormente em no mínimo 20 (ou seja, 20% de sua renda mensal você deveria economizar). 

A despesa do presente, ou seja, a despesa corrente está muito alta e você precisa achar alternativas para economizar, cortando alguma das despesas mensais.

Por João Victorino

João Victorino é administrador de empresas e especialista em finanças pessoais. Formado em Administração de Empresas e com MBA pela FIA - USP. Executivo em empresas multinacionais nas áreas de desenvolvimento de negócios, marketing e estratégia. Possui ampla experiência no empreendedorismo e hoje divide esses aprendizados. Para isso, o especialista criou e lidera o canal A hora do dinheiro , com conteúdo gratuito e uma linguagem simples, objetiva e inclusiva.

Veja também

551 Visualizações
0Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *