A hora do dinheiro logo

Sumário

Tamanho da fonte-+=
Tamanho da fonte-+=

O mais importante vem antes de tudo

Sumário

2 min para ler
Tamanho da fonte-+=
Getting your Trinity Audio player ready...
Mieke Campbell / unsplash

 

Resumo – Uma das poucas certezas que temos nesta vida é a de que eventos inesperados sempre acontecem. Pensando dessa forma, podemos chegar à conclusão de que eles acabam não sendo tão inesperados assim, concorda?  Sabendo disso, devemos estar preparados financeiramente para quando uma situação extraordinária aparecer, com o objetivo de diminuir as dificuldades do momento de estresse e vulnerabilidade. Aprenda aqui um pouco mais sobre a tão imoprtante reserva de emergência.

 

O que é mais importante na sua vida?

 

Esta é uma pergunta que todos têm a resposta imediata. Aposto que entre as respostas mais comuns estará a saúde de sua família e de quem você ama.

Dar o conforto a quem amamos é o motivo pelo qual muitos de nós saímos de casa todos os dias para trabalhar. Isso é um desejo totalmente natural, não ficamos pensando muito sobre isso, simplesmente é assim.

Um ponto muito importante para que esse objetivo tenha sucesso é ter dinheiro suficiente para enfrentar uma emergência. Isso chamamos “Fundo de Emergência”: será o dinheiro a ser utilizado em uma situação muito difícil. Um problema de saúde sério, é um exemplo perfeito desse uso. Os gastos com médico, hospitais, remédios, são geralmente muito altos e superiores à possibilidade de pagar sem recorrer a alguma reserva.

Outra situação de uso desses fundos é para o caso de desemprego. Um desligamento repentino tira o chão de qualquer um e, se não tivermos uma reserva financeira, podemos ficar, além de sem chão, sem teto.

 

Quanto eu devo ter guardado nesta reserva?

 

Qual seria o valor desse Fundo de Emergência? Especialistas falam entre 6 e 12 meses do seu salário, ou retirada mensal de um negócio. Essa conta leva em consideração o tempo que uma pessoa sem ocupação levaria para voltar a ter uma atividade remunerada.

Essa reserva deve ser considerada como o dinheiro mais sagrado que você tem. Só quem você tem a maior confiança pode saber dessa reserva e como acessá-la, afinal a emergência pode acontecer com você mesmo, e isso complicar o acesso ao recurso. Esse segredo ajudará a evitar de você cair na tentação de usá-lo para ajudar alguém não tão próximo que venha a pedir esse fundo emprestado para resolver um problema.

Esse recurso deve ser colocado em um banco, em um investimento conservador, com acesso rápido. A poupança é uma boa opção, porque é muito fácil abrir uma conta e o acesso ao recurso é imediato.

 

Posso deixar esse dinheiro em casa?

 

Deixar o dinheiro em casa não é uma boa opção, pois você pode, em algum momento, agir por impulso, ter acesso ao recurso e usá-lo de maneira errada. A psicologia recomenda que você pense bem sobre o uso desse dinheiro antes de utilizá-lo, por isso alguma barreira para ter o acesso a ele deve ser necessária. Se aprontar para ir ao banco, pegar os documentos, lembrar da senha ajudam a refletir para só usar em emergência mesmo.

Vamos ajudar você a achar o melhor investimento, onde a rentabilidade será honesta, adequada e o seu dinheiro vai ficar bem guardado, mas isso é assunto para outro texto.

 

594 Visualizações
0Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *