Search
A hora do dinheiro logo

Sumário

Tamanho da fonte-+=
Tamanho da fonte-+=

Vamos tentar consertar tudo

Sumário

3 min para ler
Tamanho da fonte-+=
Getting your Trinity Audio player ready...

 

true touch lifestyle / shutterstock

 

Resumo Aparelhos que nos auxiliam nas tarefas domésticas são fundamentais em nossas vidas modernas, com cada vez menos tempo. Por este motivo, a decisão de comprar um aparelho deve levar em conta não apenas o preço do produto, mas também a qualidade de seus materiais, o tempo estimado de sua vida útil, além do custo e frequência de manutenção. No longo prazo, essas decisões podem fazer uma ótima diferença na saúde financeira de nossas casas.

 

Um depoimento pessoal

 

Alguns dias atrás, o forno de micro-ondas aqui de casa parou de funcionar. Esse aparelho é antigo, compramos há mais de 10 anos. Ele é de uma marca muito boa, atende a todas as nossas necessidades para esse tipo de serviço, ou seja, um uso normal (não vão pensar que fazemos churrasco em nosso forno de micro-ondas; talvez fosse o caso, mas nunca pesquisei – brincadeira). Descongelar comida, aquecer a água, esquentar uma pizza dormida, fazer pipoca. Super funcional. Enfim, nos atendia totalmente.

Brincadeiras à parte, ele sempre foi muito importante no nosso dia a dia e complementa as tarefas do fogão. Nosso forno de micro-ondas, juntamente com a máquina de lavar roupa e, mais atualmente, a máquina de lavar-louça, se transformaram em nosso trio de ferro das tarefas domésticas. Nós já não conseguimos sobreviver sem eles.

Temos de ter todos os 3 funcionando 100% do tempo: temos as crianças na escola que sujam muito a roupa, temos as roupas dos adultos; a louça não para e se tiver que lavar na mão, vai gastar muito tempo (e tempo é, atualmente, um dos bens mais caros que existem). Então, aparelhos domésticos, hoje em dia, são uma necessidade e não um luxo.

 

Consertando o aparelho

 

De repente, nosso velho amigo começou a desligar sozinho. Eu pensei até que o problema fosse com a tomada, mas não era. Antes mesmo de avaliar se havia alguma forma de conserto, conclui que, pelo tempo de uso e estrago possível, não teríamos alternativa senão a compra de um aparelho novo. Fui para a internet e pesquisei marcas, preços e prazos de entrega. O pior de tudo era o prazo de entrega, que me pareceu muito longo, ainda mais para um aparelho que usamos todos os dias.

A segunda atitude foi fazer uma visita ao shopping center para ver as opções em pronta entrega, já que o tema “prazo de entrega”, em nosso caso, era muito importante. Para minha surpresa e frustração, não havia nenhum produto para entrega imediata após visitar três lojas naquele shopping (parece que, por causa da Covid-19, os fornecedores não estavam entregando as peças). Eu não estava muito disposto a fazer peregrinação nos outros centros de comércio da minha cidade; esse programa não é dos meus preferidos.

Quando saí do shopping, achei que estávamos numa enrascada e não poderíamos solucionar rapidamente esse problema. Então, ao chegar em casa, uma surpresa agradável me esperava: minha esposa já tinha contatado um técnico, que foi até nossa residência, avaliou o defeito e confirmou que ele poderia ser consertado por um preço equivalente a 15% de um equipamento novo.

Minha esposa foi um exemplo de proatividade e preocupação com as finanças da família, além de ter ficado super feliz com o resultado final, o que deixou a autoestima lá em cima, e eu achei muito legal.

 

É melhor consertar ou comprar um equipamento novo?

 

A lição de hoje, então, é pensar sempre antes em consertar os equipamentos, os móveis, os aparelhos, aquelas coisas antigas que você tem em casa e são boas, tem uma boa qualidade e resistência. Você perceberá que, muitas vezes, vale a pena o preço a ser pago e a garantia que vai ser ofertada.

Pense sempre em manter aquelas coisas antigas que você tem em casa funcionando, as marcas antigas eram feitas com material de melhor qualidade e podem ter uma vida longa se houver a manutenção adequada.

Escolha sempre prestadores de serviço autorizado das marcas, e se tiverem alguma referência de alguém que você confie, melhor ainda.

Se você quiser saber a melhor forma de usar seu aparelho eletrodoméstico, vale a pena dar uma olhada nos manuais, que estão sempre disponíveis na internet. É verdade que poucas pessoas fazem isso, mas pode acreditar, aprender a cuidar bem dos seus produtos, é um costume super positivo.

Evitar o desperdício de comprar aparelhos não necessários é bom para você, para suas finanças e até para o planeta, já que poupa os recursos naturais. Você vai ver que não precisa só de coisas novas; uma antiga bem cuidada pode funcionar muito bem e dar conta do recado.

E o impacto positivo nas suas contas vai ser importante para manter você no seu caminho de buscar a independência financeira, além de proporcionar aquelas noites de sono tranquilo de uma pessoa que está com as contas em dia.

 

433 Visualizações
0Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *