Search
A hora do dinheiro logo

Sumário

Tamanho da fonte-+=
Tamanho da fonte-+=

30 formas de reduzir despesas em seu dia a dia

Sumário

10 min para ler
Tamanho da fonte-+=
Getting your Trinity Audio player ready...

 

singkham / shutterstock

 

Resumo Onde quer que você gaste dinheiro, há oportunidades para economizar, e a maioria exige muito pouco esforço de sua parte. Economizar dinheiro não significa sacrificar tudo de que você gosta, nem exige que você gaste horas recortando cupons. Se você está procurando maneiras fáceis de reduzir suas contas e embolsar mais de sua renda, encontrará uma variedade de maneiras simples de estabelecer hábitos saudáveis e trabalhar para atingir seus objetivos financeiros.

 

1) Não compre roupa para festas, alugue

 

Comprar uma roupa para usar em um evento importante dificilmente será uma boa decisão. Roupas feitas sob medida, com tecidos caros, geralmente custam o “olho da cara”. Experimente as boas lojas de aluguel de roupas que dificilmente alguém perceberá e o resultado pode ser muito bom.

Tem também uma opção para as noivas, que são os vestidos feitos sob medida e depois ficam com a loja para aluguel. Isso é melhor que mandar fazer, nunca mais usar, e a roupa ficar lá para, de vez em quando, mostrar para alguém…

Eye for Ebany – unsplash

 

2) Espere mais um pouco para ir ao cabeleireiro profissional

 

Tente pintar o cabelo em casa, em vezes alternadas. Um/a profissional pode acabar pesando no seu orçamento e, com capricho, você pode fazer um bom trabalho em casa. Você pode ir alternando: um retoque em casa para cada ida ao salão.

Olhar Angolano – unsplash

 

3) Abra conta em um banco digital, ou na conta simples do seu banco

 

Essas opções são sem custo e, portanto, você vai economizar bastante no ano. Tem banco que cobra R$70,00 por mês de custo de manutenção (!!), é muita grana: R$840,00 no ano e R$8.400,00 em 10 anos…

Rodion Kutsaev – unsplash

 

4) Faça um débito automático para guardar dinheiro na sua conta

 

Busque ter uma conta barata em custos e que tenha a funcionalidade de transferir automaticamente todos os meses um pouco para uma conta poupança, de investimentos, ou um fundo de renda fixa com baixo custo e boa rentabilidade.

Essa decisão vai ser poderosa para suas finanças. Ela evita de você ter que lembrar todos os meses, pois basta uma decisão e pá, daí em diante é automático.

Saiba mais sobre esse truque aqui.

Pawel Czerwinski – unsplash

 

5) Leve o almoço de casa para o trabalho

 

Se você trabalha em escritório/oficina/loja, evite sair para almoçar. Corte esse custo o máximo que puder e leve seu almoço de casa. É bem mais barato e mais saudável, acredite.

Se você economizar R$5,00 por dia, será mais de R$100,00 ao longo do mês – nada mal! Basta se organizar para preparar na noite anterior ou de manhã e vai te ajudar muito na saúde física e nas despesas.

Ella Olsson – Unsplash

 

6) Fique em casa e chame os amigos

 

Para os que gostam bastante de barzinhos, você pode ter a companhia dos amigos de casa, criando drinks e petiscos; talvez cada um possa trazer alguma coisinha. Faça as contas e verá que é bem mais barato.

Dan de Almeida – Unsplash

 

7) Limpe você mesmo sua casa

 

O custo de limpeza de casa pode ser bem puxado… Procure fazer você mesmo sua limpeza e chamar alguém apenas de vez em quando. Se não souber, procure na internet; tem tutorial de tudo lá. Você pode se dar muito bem e economizar uma boa grana assim.

Jozsef Hocza – Unsplash

 

8) Mude de academia de ginástica

 

Ao longo do tempo, costumamos parar de verificar nossos custos que estão automáticos em nossa cabeça. Academia é um desses custos que não ficamos olhando muito.

Avalie trocar para uma academia mais barata e faça esse ajuste. Tem academias na minha cidade que cobram de R$150,00 a R$500,00 – e as duas opções dão conta do recado…

Samantha Gades – unsplash

 

9) Compra de passagem aérea com antecedência

 

Se precisar viajar de avião, tente sempre comprar as passagens com o máximo de antecedência, porque os preços são sempre muito melhores.

Procure fazer uma pesquisa grande, em vários sites e fique atento aos detalhes do tipo de passagem, se tem reembolso ou não, se você tiver certeza da viagem, tem opções mais em conta, porque não são reembolsáveis.

Lukas Souza – Unsplash

 

10) Crie um desafio

 

Está muito na moda os desafios, que tem o objetivo de incentivar a melhorar aspectos da vida das pessoas, como saúde, atitudes e em prol de determinadas causas. Criar o seu desafio particular de reduzir custos, evitar gastos desnecessários por um período determinado é uma excelente forma de criar uma motivação para seus próximos passos na melhoria da sua vida financeira.

Pode ser simples: não comprar nenhuma roupa/sapato/jantar fora por um mês. Daí você avalia os resultados.

Com um pouquinho de paciência, tenho certeza que vai mostrar que você consegue e criar uma mudança na sua vida.

Andrew Tanglao – Unsplash

 

11) Mantenha a temperatura do seu aquecedor a gás controlada

 

Se o seu chuveiro é a gás, a temperatura do aquecedor deve ser sempre a mais próxima do seu banho, a fim de evitar ter que ajustar a temperatura no banho: se o seu aquecedor estiver programado para temperaturas altas, você vai ter que abrir a água fria no banho, desperdiçando água e gás. Outra dica boa é realizar a manutenção do aquecedor regularmente.

Carson Masterson – Unsplash

 

12) Substitua lâmpadas

 

Lâmpadas de LED reduzem, em média, 70% do consumo de energia de sua casa. Uma lâmpada de LED consome 9 Watts, enquanto a comum, de 15 a 75 Watts.

Joao Pedro Cruz – Unsplash

 

13) Acumule as roupas para passar

 

O consumo de um ferro de passar roupas chega a 12 Quilowatts por mês se for utilizado por 1 hora, 3 vezes na semana. Se você acumular as roupas, para passar tudo de uma vez só, reduzirá esse custo, porque cada vez que o ferro é ligado, demora um tempo para esquentar, o que consome energia.

Flip Mros – Unsplash

 

14) Tire os carregadores das tomadas

 

Tenho certeza que essa você não sabia, mas os carregadores de eletrônicos, principalmente de celular, consomem muita energia, mesmo quando só ligados na tomada e sem estar carregando aparelho algum.

Markus Winkler – unsplash

 

15) Verifique o custo de seu plano de telefonia celular

 

Regularmente você deve verificar qual o custo que você está pagando de telefonia celular e, em caso de oferta melhor, não hesitar em trocar de fornecedora de serviço. Não tenha medo e agende todo ano essa verificação. As companhias se beneficiam de nossa inércia, ou preguiça…

Qim Manifester – Unsplash

 

16) Resista ao upgrade

 

Upgrade de celular é quando você substitui seu modelo antigo por outro mais atualizado. Mas cuidado, isso custa caro. A não ser que você use como instrumento de trabalho e que as funcionalidades sejam muito importantes, na maioria das vezes não vale a pena mudar de aparelho. Pense no uso do celular, na sua rotina e não na super mega câmera com oito lentes e blá, blá, blá…

Jonah Pettrich – Unsplash

 

17) Precisa de TV a cabo?

 

Será que o uso que você faz de TV vale a pena pagar a mensalidade? Com os serviços de streaming, a oferta de filmes, documentários e imagens explodiu. Temos uma oferta já gigantesca de entretenimento à nossa disposição, bastando um clique. Será que precisamos de TV a cabo?

O custo de uma boa assinatura é caro e já existem várias ofertas de filmes em mais de uma plataforma. Se não for o caso de cortar de vez, pense numa assinatura mais barata.

Mohammed Iak – Unsplash

 

18) Compare sempre as ofertas dos seguros

 

Às vezes você deixa a renovação dos seguros no automático, nem vê e autoriza a renovação. Cuidado, esse é um caminho perigoso. Vendedores costumam dar descontos só para quem pede. Ser cliente há muito tempo nem sempre é garantia de ganhar o melhor negócio.

Pedir condições é uma maneira ativa de você conseguir um resultado positivo; não tenha vergonha de pedir desconto, prazo, upgrade de serviço. Seu dinheiro tem que ser cuidado por você, porque os outros não cuidarão… e se cuidarem é para poder cobrar uma taxa maior.

Christina Wocintechchat – Unsplash

 

19) Lista de compras

 

Faça uma lista sempre que você for ao supermercado, feira ou farmácia; e mais importante, siga a lista! Essa é uma forma de você resistir aquela oferta de um queijo que você adora e está na promoção… cuidado com promoções, porque elas podem arrebentar seu orçamento.

Promoção só do que você realmente precisa e já se planejou para comprar. Bônus: também não vá ao mercado com fome; você acaba sendo influenciado pelo seu estômago e acaba comprando mais do que deveria.

Paper Textures – Unsplash

 

20) Refeições em casa

 

Planeje seu almoço ou jantar, sempre baseado no que você tem em casa. Aproveite sempre o que tem na geladeira. “No Brasil, cerca de 10% dos alimentos são desperdiçados nas casas dos consumidores” (Oxfam Brasil: desperdício de alimentos).

Daniela – Unsplash

 

21) Comprar no atacado

 

Tente, sempre que possível e de maneira planejada, comprar em atacados, em quantidades para guardar, que será mais barato. Itens de limpeza, por exemplo, funcionam bem nesse formato.

Eduardo Soares – Unsplash

 

22) Produtos da marca do supermercado

 

Os produtos de marca própria das redes de supermercado, geralmente tem preços melhores que os de marcas consagradas e muitas vezes são feitos pelo mesmo fabricante para várias redes, por isso são bem mais em conta.

Eduardo Soares – Unsplash

 

23) Comprar produto em embalagens reutilizáveis

 

Muitas vezes fica mais em conta comprar produtos em refil, isto é, aqueles que as embalagens você adquire só na primeira vez e depois a reutiliza. Em geral, sai mais em conta e você ainda ajuda o planeta.

Sigmund – Unsplash

 

24) Colocar as contas em débito automático no banco

 

Pagar contas em atraso, quando você tem o recurso disponível, porque aconteceu um esquecimento pode causar um estrago quando acumulado com outras perdas. A taxa normal de multa é 2% no Brasil. Olhando para uma inflação de 4 a 5% ao ano, trata-se de uma conta cara…

Eduardo Soares – Unsplash

 

25) Negociação de taxas

 

Sempre fale com seus credores, peça redução, peça desconto, renegocie, fale sobre sua situação e sua necessidade. Afirmo que em cada 10 tentativas, você vai conseguir alguma redução em 2 ou 3 vezes. Acredite, além de ajudar as suas finanças, você vai ficar surpreso com sua capacidade de negociação, que você nem sabia que existia…

Artem Beliaikin – Unsplash

 

26) Cancele assinaturas

 

Olhe para as suas contas que estão no débito automático de maneira regular, sei lá, 3 a 4 vezes no ano, e cancele assinaturas que você não usa, ou usa pouco. Pequenas despesas descontroladas geram grandes prejuízos ao longo do tempo.

Glenn Carstens Peters – unsplash

 

27) Controle outras despesas

 

Além do seu orçamento e plano normal das despesas regulares, você deve também ter um controle sobre as despesas irregulares, como compra de material escolar, viagens, etc.

Mike Tinnion – unsplash

 

28) Siga o plano, siga o plano

 

Se o teu plano não está sendo seguido à risca, talvez esteja na hora de revê-lo. Respeitar o plano é muito importante, porque esse hábito vai fazer toda a diferença para atingir a liberdade financeira no longo prazo.

Por & Zebra – unsplash

 

29) Crie uma conta separada para grandes objetivos

 

Para evitar a utilização de seu fundo de emergência quando quiser dar um mimo a você mesma, crie uma conta separada para grandes compras e objetivos planejados, como férias.

Lovely day – shutterstock

 

30) Faça um plano para pagar suas dívidas

 

Esteja você tentando pagar dívidas de empréstimos estudantis ou dívidas de cartão de crédito, a abordagem certa pode ajudá-la a chegar lá. Quanto mais rápido você puder saldar sua dívida, menos você pagará em juros.

Eric Rothermel – unsplash

Fonte

50 ways to save more money (msn.com) adaptado para realidade brasileira.

 

578 Visualizações
0Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *