Search
A hora do dinheiro logo

Sumário

Tamanho da fonte-+=
Tamanho da fonte-+=

Entenda o que é o famoso custo de oportunidade.

Sumário

3 min para ler
Tamanho da fonte-+=
Getting your Trinity Audio player ready...
Julienviedts - dreamstime

Resumo – Você já se deparou com um dilema na vida? Escolher entre uma coisa ou outra? O conceito de custo de oportunidade está relacionado a essas tomadas de decisões.

 

Administrar as faltas de cada dia

 

A economia é a área de estudo que lida com a escassez de recursos e a relação desta com os preços praticados pelos seres humanos organizados em sociedade.

Pelo fato de vivermos em um mundo finito, com recursos que possuem quantidade limitada, precisamos administrá-los bem para que o maior número de pessoas consiga fazer um bom uso destes elementos.

Quase nunca temos tudo o que gostaríamos de possuir, inclusive o tempo. Por isso, saber as melhores formas de usar os recursos é uma atitude que dará mais eficiência em suas escolhas futuras.



O preço da sua escolha

 

Como afirma o dito popular, “nada é de graça”. “Não existe almoço grátis”. De alguma maneira, quando recebemos algo na vida, abrimos mão de outras escolhas que eram possíveis no momento.

Por exemplo, pense em um estudante universitário que precisa trabalhar para pagar as contas de alimentação e moradia. Por ter de trabalhar nessa fase da vida, acaba tendo menos tempo para estudar. 

Da mesma forma, se ele quiser manter o conteúdo em dia, terá de renunciar a outras escolhas, e terá menos tempo para sair com os amigos, andar de bicicleta, caminhar no parque, ver televisão, tirar uma soneca, etc.

No campo dos investimentos, podemos pensar em uma pessoa que tem dinheiro para dar entrada no financiamento de um carro. Suas escolhas são as seguintes:

a) usar esse dinheiro para dar entrada no financiamento e

b) deixar este dinheiro investido, rendendo juros periódicos. Ao optar pela situação “a”, a pessoa renuncia à opção “b”.

 

Acompanhe nosso canal no youtube

Para cada escolha, uma renúncia – e a dificuldade em dizer não

 

A todo momento, tomamos decisões. Das mais simples até as mais complexas. Esses processos, por exigirem muita energia de nosso cérebro, acabam sendo automatizados na maioria das vezes.

Como resultado disso, ganhamos tempo e economizamos energia para as milhares de situações do dia em que precisamos tomar decisões rápidas.

No entanto, quando as escolhas envolvem o cálculo de custos e benefícios em uma escala um pouco mais complexa, temos dificuldade em analisar devidamente qual a melhor opção, pois necessitam de melhor planejamento e de avaliação de riscos.

Se não tomarmos a decisão correta, temos perdas. Isso é chamado “erro de decisão“, que pode ser de 2 tipos:

    • O erro tipo 1: o de tomar uma decisão financeira e ela não ser a mais correta, gerando prejuízos. Ou seja, você faz algo que não deveria ter feito. Em estatística, é o falso positivo, ou ainda “erro de ação“;
    • O erro tipo 2: o chamado erro de deixar de tomar uma decisão que iria beneficiá-lo. Ou seja, você perde uma oportunidade. Em estatística, é o falso negativo, é o “erro de omissão“. 

 

Veja também

Cuidado com o que você pensa

A pobreza e a mente pobre

Falta de dinheiro em casa pode afetar o desenvolvimento da linguagem nas crianças

 

O custo de oportunidade

 

Como saber se a decisão acima (financiar ou não o carro) foi uma escolha acertada, em termos de melhor alocação dos recursos? Em qual cenário esse recurso escasso (no caso, dinheiro) foi usado de maneira mais eficiente?

Para descobrirmos a resposta, precisamos saber o contexto particular da pessoa e, assim, comparar os desdobramentos possíveis: 

    • A compra de um carro dará a ela mais tempo em seu dia a dia? 
    • Ela ganhará mais conforto frente às outras opções disponíveis? 
    • O preço das parcelas do financiamento (e demais custos de manutenção do veículo) vão impactar seu orçamento de modo preocupante?

Custo de oportunidade é o nome dado ao processo de comparação de custos e benefícios de uma determinada decisão. Ele é aquilo de que se abre mão para a obtenção de outro objetivo (material ou imaterial).

Reconhecer sua existência é muito importante, pois nós só tomamos decisões mais acertadas na vida quando entendemos as opções disponíveis (tanto nas finanças como nas outras áreas da vida).

E como ter ciência das opções existentes em cada nova decisão da nossa vida? A resposta é conhecida, e passa pela busca contínua de conhecimento, com a procura de fontes confiáveis e testadas ao longo do tempo.

Por João Victorino

João Victorino é administrador de empresas e especialista em finanças pessoais. Formado em Administração de Empresas e com MBA pela FIA - USP. Executivo em empresas multinacionais nas áreas de desenvolvimento de negócios, marketing e estratégia. Possui ampla experiência no empreendedorismo e hoje divide esses aprendizados. Para isso, o especialista criou e lidera o canal A hora do dinheiro , com conteúdo gratuito e uma linguagem simples, objetiva e inclusiva.

Você também pode se interessar:

432 Visualizações
0Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *