A hora do dinheiro logo

Sumário

Tamanho da fonte-+=
Tamanho da fonte-+=

Dívidas: assunto não muito agradável

Sumário

2 min para ler
Tamanho da fonte-+=
Getting your Trinity Audio player ready...

 

Pormezz / shutterstock

 

Resumo Muitas pessoas passam por alguns apertos ao longo de suas vidas. É muito provável que você também enfrentará fases de maior desconforto com suas finanças pessoais, por inúmeros motivos que você pode imaginar. Apesar de essa ser uma situação perigosa e que demanda esforço para sua superação, existem maneiras de se negociar as dívidas e planejar uma saída desse buraco. Contamos algumas delas aqui para você.

 

Você está com algumas contas em atraso?

 

Se você está com suas contas em atraso, não pense que você está só. Muita gente também enfrenta esse problema no dia a dia, pode ter certeza. Às vezes, atrasamos nossas contas porque estamos passando por uma situação de emergência. Perdemos o emprego, o negócio não está indo bem, alguma coisa grave aconteceu na família, tivemos que gastar a reserva de emergência e, portanto, não estamos conseguindo pagar as contas em dia. Isso não é motivo de vergonha para ninguém, e as empresas reconhecem isso, tendo departamentos específicos para tratar desses casos.

Na minha experiência do outro lado do balcão, trabalhando muitos anos no mercado corporativo, aprendi que não existe nenhum motivo para se envergonhar por estar passando por uma situação delicada. Isso precisa ficar claro para você, que neste momento pode estar com suas contas em atraso. Ainda, eu não conheci ninguém durante a minha vida toda que não tivesse passado por algum aperto em algum momento. Vou repetir: não conheci ninguém! Todo mundo, em algum momento, se aperta.

 

Como encarar essa situação?

 

E qual o melhor jeito de encarar isso? O melhor jeito é ir buscar a empresa, procurar o departamento especializado e falar a verdade. 100% da verdade: “Meu amigo, tive um problema tal, tal e tal e não consegui pagar a conta no dia que tinha planejado pagar a vocês, então estou aqui para renegociar minha dívida”.

Tenho certeza que uma atitude dessas é super comum para as empresas. Todos os executivos que cuidam de cobranças de empresas adoram o cliente que não se esconde, que aparece e que está lá a fim de resolver seu problema. É uma demonstração de maturidade e de que você tem preocupação com seu nome, com as relações de consumo e de contrato que você buscou.

Se a sua dívida com a empresa é uma dívida de valor muito alto, pode ser interessante que você também procure um advogado para te ajudar nessa negociação. Muitas pessoas não procuram advogado porque acham que é muito caro. Isso não é verdade, existem alternativas que conseguem ajudar você e te tirar de um aperto. Saiba que estar com alguém do lado, seja um advogado, um amigo mais experiente, alguém que já tenha trabalhado em grandes empresas, pode te fazer sentir mais seguro e te ajudar numa negociação.

Tome cuidado, porque, as empresas, às vezes, têm esse tamanho grande pra dar uma assustada!

 

320 Visualizações
1Comentários

1 comentário em “Dívidas: assunto não muito agradável”

  1. Quero agradecer de coração as dicas e orientações. Pude refletir sobre minhas dívidas q são muitas.
    Daqui p a frente vou através da planilha me organizar p quitar minhas dívidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *