Search
A hora do dinheiro logo

Sumário

Tamanho da fonte-+=
Tamanho da fonte-+=

Investindo o dinheiro das noitadas: já fez o desafio do “Mês da Lei Seca”?

Sumário

4 min para ler
Tamanho da fonte-+=
Getting your Trinity Audio player ready...
Dreamstime - Tomas Simkus

Resumo – Quanto você iria economizar encontrando alternativas às saídas por diversão? Descubra quanto você poderia ter se investir esse valor.

 

Quais são os custos da diversão?

 

Os custos de uma noitada podem variar significativamente dependendo da cidade, do local escolhido, dos seus interesses e do seu estilo de vida. 

Abaixo estão alguns dos principais custos que podem estar associados a uma noitada nas principais capitais brasileiras:

 

Transporte

 

Aplicativo / táxi / combustível: O custo do transporte pode variar dependendo da distância entre sua casa e o local escolhido. Gastos variando na faixa entre R$ 20 e R$ 80 parece ser coerente com a realidade da maioria das cidades brasileiras, considerando ida e volta, e sem considerar a divisão deste gasto com amigos / parceiros. Coloquemos R$ 40 na média por pessoa)

Transporte público: Em algumas cidades, o transporte público pode ser uma opção mais econômica e eficiente.

 

Entrada em locais noturnos:

 

Boates, bares, casas de shows e outros estabelecimentos podem cobrar uma taxa de entrada. Aqui, não há um padrão claro, mas vamos considerar, neste exercício, algo na casa dos R$ 50 para garantir a entrada individual.

 

Consumo dentro do local:

 

Essa é uma categoria que costuma ser o principal gargalo no rolê de muita gente.

Bebidas alcoólicas**: O custo das bebidas pode variar, dependendo do local e do tipo de bebida escolhida. 

Abaixo, veja médias* de alguns preços de drinks nas capitais do Brasil:

 

Bebidas (Destiladas)

Valor (R$)

Fitzgerald

R$ 28 a R$ 45

Mojito

R$ 28 a R$ 45

Moscow Mule

R$ 28 a R$ 45 

Gin Tônica

R$ 28 a R$ 45

Caipirinha

R$ 18 a R$ 42 

Dry Martini

R$ 33 a R$ 92

Cuba Libre

R$ 18 a R$ 45

Daiquiri

R$ 34 a R$ 45

Aperol

R$ 34 a R$ 45

Negroni

R$ 28 a R$ 45

Piña Colada

R$ 27 a R$ 45

Whisky (dose)

R$ 24 a R$ 45

* Realizando uma busca pelo preço das bebidas em bares de capitais do Brasil, estes foram os valores médios encontrados em janeiro de 2024. Conta pra mim: em sua cidade os valores são parecidos?

 

Bebidas (Fermentadas)

Valor (R$)

Cerveja (lata)

R$ 5 a R$ 30 

Chopp

R$ 9 a 35

Vinho

R$ 40 a R$ 250

** Produtos destinados ao público adulto. Apenas para maiores de 18 anos, com moderação.

 

Uma observação interessante é que o blog “Vida de alcoólatra”, da Folha de São Paulo, nos apresenta na publicação de 22 de janeiro deste ano um depoimento de uma pessoa que fazia dívidas e pagava juros por causa do vício em bebidas. Hoje, buscando o controle, ela diz não incorrer mais neste comportamento arriscado.

Petiscos ou refeições: Alguns lugares oferecem opções de comida para acompanhar as bebidas.

Vamos supor, então, que uma pessoa gaste individualmente R$ 100 reais por noite com bebidas e alimentação.

Acompanhe nosso canal no youtube

Roupas, cabelos e maquiagem:

 

Se você optar por se arrumar de forma mais elaborada, pode haver gastos com roupas, maquiagem e acessórios. Vamos considerar a média de R$ 50 por noite.

 

Estacionamento:

 

Se você estiver dirigindo, podem haver custos associados ao estacionamento. Vamos supor que seja de R$ 30 pelo período.

 

Cuidados infantis:

 

Se você tem crianças pequenas, pode ter que pensar no auxílio de uma pessoa que cuide de seus filhos no período. Considerando um valor de R$ 200

 

Extras:

 

Gorjetas para funcionários do local (média de 20 reais por estabelecimento), outros gastos imprevistos ou opcionais. 

Lembrando que esses custos podem variar dependendo da época do ano, de eventos especiais, da popularidade do local e de outros fatores. 

Além disso, há opções mais econômicas e outras mais luxuosas em cada cidade. É sempre bom planejar e orçar de acordo com suas preferências e condições financeiras.

 

Quanto deu essa brincadeira?

 

Fazendo a soma de todos os gastos por nós listados, tivemos o valor de R$ 490 por noite  (40 transporte + 50 entrada + 100 consumo + 50 vestuário + 30 estacionamento + 200 cuidados infantis + 20 gorjetas).

 

Como reduzir despesas dessa categoria?

 

Se você está acostumado a gastar R$ 490 por noite e sai para se divertir em todos os finais de semana do mês, você deve gastar, em média, R$ 1.960 por mês

Se juntar esse valor ao longo de um ano, você poderia ter R$ 14.400. No ano seguinte, se este valor estiver investido em um título de renda fixa com rentabilidade de 10% a.a., você poderá receber R$ R$ 1.440 de rendimento ao final do período, o que representa uma média de R$ 120 por mês.

Portanto, ao final de um mês sem noitadas e rolês, você poderia economizar R$ 1.960 por mês. 

 

Observações importantes

 

Lembre-se de que esses números são estimativas e podem variar com base em seus hábitos de gastos específicos, localidade e nas suas condições financeiras.

Além disso, sabemos que a interação social é um aspecto essencial na vida de qualquer ser humano.

Não estamos aqui defendendo que você não se divirta. Mas sim, tentar fazer diferente por um mês e dar aquele choque positivo nas suas contas! Vamos nessa? Ah, e tome cuidado (com sua segurança e com seu bolso) no mês de carnaval! 

Este não deixa de ser um exercício relevante também para pessoas que talvez estejam gastando acima da média nesta categoria e, talvez, negligenciando seu futuro.

Sugerimos que você se inspire nesse exercício e perceba que as mudanças positivas, equilibradas e na busca de ter uma vida mais leve criam um caminho mais feliz e completo.

Por João Victorino

João Victorino é administrador de empresas e especialista em finanças pessoais. Formado em Administração de Empresas e com MBA pela FIA - USP. Executivo em empresas multinacionais nas áreas de desenvolvimento de negócios, marketing e estratégia. Possui ampla experiência no empreendedorismo e hoje divide esses aprendizados. Para isso, o especialista criou e lidera o canal A hora do dinheiro , com conteúdo gratuito e uma linguagem simples, objetiva e inclusiva.

Você também pode se interessar:

77 Visualizações
0Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *