Search
A hora do dinheiro logo

Sumário

Tamanho da fonte-+=
Tamanho da fonte-+=

A ilusão do empreendedorismo

Sumário

5 min para ler
Tamanho da fonte-+=
Getting your Trinity Audio player ready...
Imagem: Vchalup - Dreamstime

Resumo – para quem está pensando em montar um novo negócio, este texto fala de alguns cuidados importantes para aumentar as chances de sucesso.

 

Demissões em massa no setor de tecnologia

 

Neste ano de 2023, tem aumentado de maneira considerável a quantidade de pessoas desempregadas por conta da crise econômica que se arrasta desde o início da pandemia de Covid-19, em março de 2020. 

Mais recentemente, os chamados layoffs têm aterrorizado os funcionários de empresas de vários segmentos e tamanhos. Centenas de pessoas estão perdendo o emprego.

Nas empresas da chamada economia digital, todas as semanas surgem notícias sobre o assunto. Com frequência, ouvimos casos de empresas que já estão na segunda e terceira levas de demissões em massa.

Além disso, também observamos desligamentos de números significativos de funcionários (passando dos 10%, 20% ou 30% total das equipes – e casos até de demissões de metade do quadro – isso mesmo, metade do quadro!).

 

Fim da era do dinheiro barato?

 

Nessas empresas, existe um agravante particular, que é o fato de esse segmento vinha sendo beneficiado por uma irrigação sem precedentes de recursos, resultado da grande oferta de dinheiro barato

As taxas de juros no mundo vinham de um longo período de níveis historicamente baixos, desde a última grande crise em 2008, fazendo com que os investidores fossem em busca de novas alternativas para colocar seus dólares. 

E a economia digital surgiu como a resposta a essa busca. Todos à procura do novo Google, do novo Facebook ou da nova Amazon. Várias startups nos mercados emergentes se beneficiaram de ampla oferta de dinheiro. É só lembrar das notícias de rodadas e mais rodadas de aumento de capital.

Grande parte dessas empresas em fase pré-operacional só tinham projeto, mas pouquíssimas companhias mostravam modelos testados e lucrativos. 

Esse tempo  de bonança passou, e a ressaca chegou, não com cheiro de cerveja e sim com cheiro de desemprego.

 

Mais pessoas disputando uma vaga de emprego

 

Com menos recursos disponíveis, as empresas estão buscando se readequar, reduzindo despesas para garantir sua sobrevivência, sendo as despesas de pessoal em muitos casos a mais relevante.

E para as pessoas desligadas, a dificuldade de encontrar um emprego rápido está muito maior. Afinal, várias empresas estão na mesma situação e a disputa pelas poucas vagas abertas, está cruel…

Nessa situação, é comum as pessoas avaliarem a alternativa de empreender como forma de voltar a trabalhar. 

 

Prós e contras de empreender

 

Empreender é uma aposta bastante arriscada para quem teve a vida toda um trabalho com carteira assinada.

Pessoas que tomam essa decisão avaliam as alternativas existentes. As mais comuns são: o modelo de franquias, a construção de um negócio do zero, ou comprar algum empreendimento em andamento

Trabalhar com carteira assinada também traz um risco de demissão a qualquer momento, mas cria um costume, uma crença numa forma de trabalho que é previsível. 

A responsabilidade de fazer o depósito do seu salário e dos seus benefícios é do empregador. E, fora uma situação limite, no dia certo seu salário estará lá. É a famosa segurança do holerite (ou contra-cheque, como se fala no sul do país).

No empreendedorismo, o salário no fim do mês (ou no meio do mês) está 100% na sua mão e do seu time, quando ele existe.

Você pode se interessar:

Empreendedor de primeira viagem

 

Empreender para quem nunca viveu isso na família, ou seja, não tem experiência próxima, pode ser um desafio gigantesco

Já vimos vários casos de pessoas que saem de empregos e não conseguem recolocação e em quase “desespero” apelam para o empreendedorismo na pior situação. Ou seja, na falta de opção…

Muitas vezes, as pessoas investem suas indenizações, sua única reserva de emergência, em projetos de sucesso arriscado, embalados por vendedores de sonhos e ilusões – de novo devemos tomar cuidado porque nossa felicidade não dependa da honestidade de quem vende projetos, pois nem sempre esta virtude existirá. 

Incontáveis pessoas fracassaram e perderam tudo nessas decisões e tiveram que recomeçar do zero. 

 

Um testemunho pessoal

 

Tive um conhecido que era alto executivo em uma multinacional e foi desligado da empresa após um longo período trabalhando lá. Ao não conseguir uma recolocação em condições semelhantes à que ele tinha, se aventurou a empreender no ramo alimentício. 

Montou um restaurante numa região valorizada em São Paulo. Em sociedade com uma prima, que era a responsável pelo coração do restaurante, ou seja, a comida.

Ela era bem qualificada, com bons cursos na área, e fazia um produto de qualidade. Ele, diferente dela, não sabia nada do tema produção de alimentícia. Ficava mais na administração do negócio. 

O investimento na época chegou a 1 milhão de reais. Hoje, cerca de 1,5 a 2 milhões com a inflação. A decisão foi baseada 100% na capacidade da prima.

Menos de 1 ano depois, os dois se desentenderam nos rumos da sociedade e desfizeram o negócio, e o milhão foi para o ralo dos negócios mal-sucedidos.

Empreender não é para todas as pessoas. É necessário uma personalidade que seja resiliente.

 

Atitudes importantes na hora de iniciar um empreendimento

 

O empreendedor “natural”, vamos chamar assim, possui uma resistência já adquirida da irregularidade dos negócios. Da instabilidade de entrada de caixa e de como se adequar a isso. 

Esse tipo de atitude não é simples de se adotar, nem automática para o trabalhador acostumado a trabalhar em empresas. 

E, para aprender sobre isso, só na prática mesmo, no empírico. Não adianta ler livros, assistir palestras, ou ver vídeos de gurus no youtube. Tem que viver.

 

Pontos de atenção para quem planeja começar a empreender

 

Assim, é muito importante, a quem deseja empreender a partir da saída do mundo corporativo, atentar para alguns pontos:

 

1. Jamais use a reserva de emergência para empreender – reserva de emergência é para sobrevivência, é o último recurso que coloca a comida na mesa e paga as despesas básicas.

2. Evite empreender em setores desconhecidos – cada segmento econômico tem suas características, suas diferenças, suas sutilezas. Ora são os fornecedores que têm algumas influências fundamentais no seu resultado, ora será o custo de mão-de-obra, ora o conhecimento dos sócios e assim vai. Quanto mais você já conhecer esse mercado previamente, melhores chances você tem.

3. Comece pequeno – se vai montar algo, tente investir o menos possível, busque custos bem baixos, se tem que alugar algo, busque talvez algum lugar distante, mais em conta. Se o seu negócio depende de um ponto comercial por ser uma loja, tome muito cuidado com contrato, com fluxo de pessoas, lado de rua, ponto de ônibus, busque um profissional para te ajudar nisso, que no caso de lojas, é o coração!

4. Sociedade pode ser uma boa – ter sócios diminui o valor do seu investimento, protege seus recursos e, ao mesmo tempo, aumenta a capacidade de conversar, refletir, ampliar o conhecimento. Mas tem que ser muito bem escolhido. Saber bem se tem alinhamento de ideias, se na “hora do vamos ver” podemos atravessar a tempestade juntos e principalmente, honestidade não se discute: ou tem ou não tem – não existe meia honestidade – não fique 10 minutos perto de alguém desonesto.

5. Se tiver qualquer dúvida em relação a essa iniciativa, tente de novo achar emprego… um erro como empreendedor pode acabar com as economias de uma vida toda.

Por João Victorino

João Victorino é administrador de empresas e especialista em finanças pessoais. Formado em Administração de Empresas e com MBA pela FIA - USP. Executivo em empresas multinacionais nas áreas de desenvolvimento de negócios, marketing e estratégia. Possui ampla experiência no empreendedorismo e hoje divide esses aprendizados. Para isso, o especialista criou e lidera o canal A hora do dinheiro , com conteúdo gratuito e uma linguagem simples, objetiva e inclusiva.

Veja também

484 Visualizações
0Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *