A hora do dinheiro logo

Sumário

Tamanho da fonte-+=
Tamanho da fonte-+=

Não somos escravos do dinheiro

Sumário

2 min para ler
Tamanho da fonte-+=
Getting your Trinity Audio player ready...

 

Overearth / shutterstock

 

Resumo: Você fica pensando em dinheiro a todo momento? Está imaginando como seria ter um saldo maior na conta e não sobra tempo para aproveitar a vida? Ou você está lutando para pagar as parcelas do financiamento, do cheque especial e da fatura do cartão? O dinheiro precisa ser um meio para atender às nossas necessidades materiais, e não um instrumento que nos escraviza e tira nosso tempo de vida. Se este é o seu caso, leia este texto e veja formas de assumir o controle da situação.

 

Viver para trabalhar

 

Se você conhece alguém que só pensa em dinheiro, vive em busca de dinheiro, fala muito em dinheiro, seja reclamando ou não, pode ser que você esteja frente a um escravo do dinheiro.

Essas pessoas ainda não entenderam que dinheiro é um meio pelo qual você consegue as coisas que você deseja. Dinheiro somente serve para te dar conforto, prazer, segurança e uma noite de sono bem dormida. É, eu sei que não é pouca coisa, mas não é tudo.

Essa situação (ser escravo do dinheiro) também acontece quando você tem dívidas descontroladas. E destaco o adjetivo descontroladas. Apesar de sermos contra as dívidas, aceitamos que em algumas situações a dívida é necessária. Mas tem que estar em absoluto controle. Dívidas com taxas aceitáveis, ou seja, baixas… bem baixas… e dentro do seu orçamento, sendo pagas as parcelas sempre em dia.

 

Trabalhar para viver

 

Se você é daqueles que possui um fundo para emergências, sabe exatamente quanto ganha (por incrível que pareça, tem gente que não sabe, mas isso é tema para outro texto) e quanto tem de despesas mensais, com um planejamento mínimo do que vai fazer das suas finanças nos próximos meses e anos.

Então você não é, e não será um escravo do dinheiro. Essa deve ser a decisão e o objetivo mais importante de sua vida: deixar de ser um escravo do dinheiro.

Dinheiro tem que servir a você, e não o contrário.

 

Cuidado com as armadilhas

 

Às vezes temos a ilusão de que somos os senhores do dinheiro pelo acesso fácil a crédito. Cuidado!

“Meu banco me dá limites, tô tranquilo“

“Olha que legal! O meu cartão xyz aumentou meu limite, vou aproveitar, pois estou podendo!”

Só de ler essas declarações, dá medo. Meu amigo, minha amiga, comemorar aumentos de limites de crédito que induzem o endividamento vai na contramão de uma vida financeira saudável e, portanto, você continua escravo do dinheiro.

Limites de crédito e dívidas têm que ser utilizados com muito cuidado, por tempo restrito e com taxas e custos os mais baixos possíveis. Eu sei que a dinâmica da vida não é fácil, e os desafios para conseguir o equilíbrio financeiro são muito grandes.

Aqui na plataforma ahoradodinheiro, por lidar com o tema diariamente em nossas vidas, temos essa consciência, e também queremos ajudar você a se planejar, se organizar e estar mais forte para conseguir buscar o seu equilíbrio financeiro e se transformar no Senhor(a) do seu Dinheiro!!

1.338 Visualizações
0Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *