Search
A hora do dinheiro logo

Sumário

Tamanho da fonte-+=
Tamanho da fonte-+=

Precisamos falar sobre apostas esportivas

Sumário

5 min para ler
Tamanho da fonte-+=
Getting your Trinity Audio player ready...
motortion - dreamstime

Resumo– As apostas esportivas entraram no mercado brasileiro sem cerimônia, com pesados investimentos de publicidade nos últimos anos. Atualmente, alguns a confundem como modalidade de investimento. Veja porque não é correto considerar esta atividade como tal.

 

As apostas esportivas no Brasil

 

Quem gosta de acompanhar os esportes no Brasil, principalmente o futebol, já deve ter observado o massivo investimento que as empresas de apostas têm realizado em propagandas na televisão e mídias digitais.

Nos painéis de publicidade que ficam ao lado do campo, inclusive, você certamente verá mais de 5 empresas do ramo disputando espaço de anúncio a cada partida televisionada.

Além dos mais, das vinte equipes da primeira divisão do campeonato brasileiro de 2022, apenas duas não tinham patrocínio de sites de apostas.

Com relação ao faturamento anual do setor, a marca de R$ 7 bilhões representa o volume financeiro captado por essas empresas apenas em 2020, segundo site especializado

Para termos noção do tamanho do crescimento recente:

Em 2018, as empresas do ramo apresentavam receitas da ordem de R$ 2 bilhões, isso significa 250% de aumento em apenas dois anos.

No mundo, o setor fatura US$ 59 bilhões por ano, de acordo com o Grand View Research.

 

Pontos que precisam de atenção

 

No entanto, apesar do crescimento vertiginoso apresentado pelas empresas do ramo no Brasil, nós, da equipe ahoradodinheiro, gostaríamos de destacar alguns pontos que merecem maior preocupação.

Então, caso você esteja pensando em fazer algumas apostas nesse sites, tenha atenção aos seguintes tópicos:

  1. A modalidade ainda não possui regulação no Brasil, o que acarreta em insegurança jurídica para os clientes (caso sintam-se lesados e queiram pedir ajuda da justiça);
  2. Ponto derivado do primeiro: as promoções extremamente atrativas para os novos clientes (com letras miúdas e asteriscos nos contratos);
  3. A possibilidade de se achar que apostas esportivas sejam uma modalidade de investimento (o que não são);
  4. E o cuidado ao avaliar a influência de personalidades (como jogadores de grandes clubes sendo pagos para fazerem publicidade a favor da indústria).

Vamos, agora, tratar cada um destes pontos.

 

1. Regulação da modalidade no Brasil

 

No mundo, o setor já é consolidado e possui regulamentações mais apropriadas.

Inclusive no que diz respeito à tributação sobre essas empresas, às regras para aparições de pessoas famosas nas propagandas, e o horário de veiculação dessas peças de publicidade.

No Brasil, apenas em 2018 o então presidente Michel Temer sancionou a lei que possibilita o funcionamento das apostas esportivas no país.

Entretanto, esta legislação ainda não instituiu nenhuma forma de controle ou fiscalização do governo sobre a atividade no país.

Dessa forma, chegamos ao ponto em que há uma zona cinzenta sobre o que é considerado certo ou errado a respeito das atividades relacionadas às apostas esportivas.

Na prática, as empresas do setor deixam seus sites hospedados em países estrangeiros.

Assim, em termos legais, a pessoa está apostando fora do Brasil, sujeita à legislação estrangeira.

 

Disputa de interesses

 

A conclusão a que se pode chegar é que os clientes não possuem segurança legal para entrarem com pedidos de reclamação à empresa no Brasil.

Defensores da legalização das apostas de quotas fixas (aquelas em que o cliente sabe, de antemão, qual o valor que poderá ser ganho, caso o evento escolhido se concretize) afirmam que o Estado deixa de arrecadar impostos todos os anos, e empregos não são criados no setor dentro do país.

Por outro lado, também há grupos organizados contrários à legalização das apostas esportivas no Brasil, pois argumentam que esta atividade aumentaria casos de vício em jogos de azar no país, 

Além disso, acreditam que a legalização da modalidade facilitaria a realização de atividades ilícitas.

Como lavagem de dinheiro, financiamento ao crime organizado, sonegação de impostos e manipulação de resultados.

 

2. Promoções tentadoras e letras miúdas dos contratos 

 

Para novos clientes entrarem nesse universo, as empresas oferecem promoções aparentemente vantajosas:

“Coloque 200 reais em sua conta no site e dobraremos o valor de seu depósito”.

O que ocorre, no entanto, é que, na maioria dos casos, se a pessoa desejar retirar este dinheiro após algumas apostas e sacá-lo em sua conta bancária, ele pode ser impedida, uma vez que há uma quantidade de apostas a ser feitas para que seja autorizado o pedido de saque.

Em termos de estatística e probabilidade, à medida que a pessoa aposta em maior número de jogos, maiores são as chances de ela perder o dinheiro depositado ali.

Portanto, muita atenção a esse ponto! 

 

3. Apostas esportivas não são investimentos

 

O que é um investimento? Investimento é uma aplicação (financeira) em um ativo da economia real (empresas, imóveis, bens tangíveis), com a expectativa de retornos financeiros positivos ao longo do tempo.

Esses retornos positivos são esperados a partir do médio e longo prazos, com provável aumento de produtividade da empresa investida, ganho de parcela de mercado, valorização do bem ou do título, recebimento de juros, dividendos, entre outras formas.

Todas elas requerem paciência para que ele tenha o devido tempo de maturação. Ainda assim, sempre há uma dose de incerteza, pois, como dizemos sempre aqui, não existe investimento sem risco, e não existe retorno garantido nos investimentos.

O que se pode controlar, apenas, é o grau de risco dos seus investimentos (com a seleção de produtos mais conservadores ou mais arrojados, de acordo com seu perfil de investidor).

Com relação às apostas, escolhe-se um cenário (entre dois ou mais possíveis). Caso ele se concretize, o vencedor recebe o prêmio. Caso a hipótese não aconteça, todo o valor apostado é perdido.

Aliado a isso, o tempo de tomada de decisão em uma aposta é reduzido, o que se apresenta como um dos principais fatores de diferenciação desta modalidade com os investimentos, pois estes, em tese, requerem estudo e análise aprofundados para uma tomada de decisão. Os investimentos, por outro lado, podem ser acompanhados por décadas.

 

4. Atletas famosos e influencers digitais recebem altas quantias para fazer publicidade

 

Outro ponto que ainda carece de regulação é a respeito de jogadores famosos e influencers digitais poderem ser contratados para emprestar sua marca e seu prestígio à empresa de apostas, incentivando seus seguidores a criar o hábito de apostar.

Com a chegada de uma regulação no setor, será possível negociar horários de veiculação dessas propagandas (evitando, maior exposição de menores de 18 anos a este tipo de conteúdo).

 

Depois destes pontos abordados, nosso alerta vai na seguinte direção:

 

Acreditamos que este lazer pode ser uma prática perigosa para a sua saúde financeira e de sua família.

As chances de perder muito dinheiro são bem maiores que as chances de enriquecer, falando em termos de probabilidade, ainda que muitas pessoas digam o contrário.

No entanto, todo mundo acha que é “a pessoa especial”, “aquela acima da média”. Tenha cuidado se você pensa dessa forma.

Mas, ainda assim, se você realmente gosta de apostas esportivas e quer passar um tempo se divertindo com essa forma de entretenimento, coloque limites de perda em suas apostas.

Ainda, caso tenha histórico de vício em jogos de azar e day trade, o melhor é nem começar nessa estrada.

 

Fontes

Folha de SP

Por João Victorino

João Victorino é administrador de empresas e especialista em finanças pessoais. Formado em Administração de Empresas e com MBA pela FIA - USP. Executivo em empresas multinacionais nas áreas de desenvolvimento de negócios, marketing e estratégia. Possui ampla experiência no empreendedorismo e hoje divide esses aprendizados. Para isso, o especialista criou e lidera o canal A hora do dinheiro , com conteúdo gratuito e uma linguagem simples, objetiva e inclusiva.

Veja também

720 Visualizações
0Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *