A hora do dinheiro logo

Sumário

Tamanho da fonte-+=
Tamanho da fonte-+=

O segredo de empresas centenárias (parte 1)

Sumário

3 min para ler
Tamanho da fonte-+=
Getting your Trinity Audio player ready...
Andrew Lundquist - Dreamstime

Resumo – Quais são os principais traços responsáveis pela sobrevivência de uma empresa ao longo de um século de história?

 

Esses dias eu estava lendo no jornal os planos e as iniciativas de uma empresa centenária cujas ações são negociadas na bolsa brasileira.

Movido por uma curiosidade, fui pesquisar quais seriam as empresas mais antigas não apenas do Brasil, mas do mundo inteiro.

Qual foi minha surpresa ao ver que existem companhias datadas do ano de 578, isto é, com mais de 1.446 anos de atividade!

 

Algum setor econômico acaba sendo favorecido?

 

Em seguida, resolvi observar se havia algum ramo de atividade, em específico, cujo ambiente seria mais propício para a longevidade da organização.

No entanto, não há um padrão: podemos ver empresas do ramo de hotelaria, viticultura, cervejarias, navegação, construção civil, cunhagem de metais, fabricação de artigos religiosos, entre outros.

No Brasil, dentre as companhias com mais de 100 anos, destacam-se indústrias têxteis, de educação superior, jornais, vestuário, produtos químicos, transportes, etc.

Ou seja, o ramo de atividade não parece ser fator determinante para a longevidade do empreendimento. Todos enfrentaram crises e tiveram que passar pelas dificuldades financeiras com planejamento, resiliência, inovação e, claro, sorte.

Nesse sentido, se o ramo de atividade não nos dá uma resposta para descobrirmos os principais fatores que levam ao sucesso centenário (ou milenar) de uma empresa, seguem abaixo algumas características que considero fundamentais para atingir tal feito:

 

O que possibilita a longevidade de uma companhia?

 

Como toda história de sucesso, a organização enfrentou períodos difíceis e teve que passar por desafios que puseram em risco suas chances de sobrevivência, como uma recuperação judicial.

No entanto, passado o período de tormenta, é preciso estar preparado para a próxima tempestade.

Empresas longevas e centenárias muitas vezes compartilham características e estratégias que as ajudaram a permanecerem no mercado ao longo do tempo.

Acompanhe nosso canal no youtube

Quais são os 10 maiores segredos das empresas centenárias?

 

Pensando nisso, resolvi escrever este artigo, dividido em duas partes, para elencar as principais características responsáveis por levar uma empresa à marca dos 100 anos de vida e, muitas vezes, ultrapassar – e muito – esta referência temporal.

Algumas das razões pelas quais essas empresas conseguem manter sua relevância e lucratividade incluem:

 

1. Visão de Longo Prazo

 

Empresas duradouras geralmente têm uma visão de longo prazo bem fundamentada e concentram-se em objetivos sustentáveis a longo prazo, em vez de perseguir ganhos de curto prazo. Isso muitas vezes envolve investir em inovação, pesquisa e desenvolvimento.

 

2. Adaptação às Mudanças

 

Empresas bem-sucedidas conseguem se adaptar às mudanças nas condições de mercado, tecnologia, regulamentação e preferências do consumidor. Elas são ágeis e capazes de ajustar suas estratégias de acordo com o ambiente em constante evolução.

 

3. Cultura Organizacional Forte

 

Uma cultura organizacional sólida pode fornecer uma base estável para o crescimento sustentável. Isso inclui valores compartilhados, uma ética de trabalho sólida e um compromisso com a qualidade e a integridade.

 

4. Inovação Contínua

 

Empresas longevas muitas vezes priorizam a inovação, seja através do desenvolvimento de novos produtos, processos mais eficientes ou modelos de negócios inovadores. Isso as mantém competitivas e relevantes ao longo do tempo.

 

5. Gestão Competente

 

Uma gestão competente é crucial para o sucesso a longo prazo. Líderes eficazes têm a capacidade de tomar decisões difíceis, antecipar desafios, buscando tomar riscos devidamente calculados de acordo com os cenários possíveis e orientar a empresa com sabedoria ao longo do tempo. Caso contrário, muitos problemas podem ser ocasionados por uma má gestão.

 

Algumas perguntas oportunas:

 

    • Quais dessas características você observa na empresa que admira? 
    • Quais desses traços você busca levar para a sua companhia (se você tem uma empresa)?
    • Tem algum caso em específico que você gostaria de saber mais profundamente? Conte pra nós!

Continue acompanhando nossas publicações para não perder a segunda parte deste artigo.

Por João Victorino

João Victorino é administrador de empresas e especialista em finanças pessoais. Formado em Administração de Empresas e com MBA pela FIA - USP. Executivo em empresas multinacionais nas áreas de desenvolvimento de negócios, marketing e estratégia. Possui ampla experiência no empreendedorismo e hoje divide esses aprendizados. Para isso, o especialista criou e lidera o canal A hora do dinheiro , com conteúdo gratuito e uma linguagem simples, objetiva e inclusiva.

Você também pode se interessar:

126 Visualizações
0Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *